sexta-feira, 5 de setembro de 2014


9 anos de bailes sem cerimónias



Fazemos nove anos este mês e estamos a ficar meios nostálgicos, o que nos pareceu uma óptima oportunidade para usar o blogspot, um par de anos depois.

Por isso, entre 18 e 21 de Setembro, no Porto, o plano de festas é o que se segue:


• 18 de Setembro | Quinta-feira
23h30, Passos Manuel
KUFUKI
Entrada: 5 euros

• 19 de Setembro | Sexta-feira
22h, Café Au Lait
Os Gonçalos + L&L Soundsystem
Entrada Livre


 20 de Setembro | Sábado
17h, Jardim do Praça da Alegria F.C.
HystericalOneManOrchestra + Ghuna X + Negra Branca
Soundsystem :: Dj Lynce / Satã / Pata Negra / Paddy Shine (Gnod)
Entrada livre

• 21 de Setembro | Domingo
17h, Maus Hábitos
Lust for Youth + The Glockenwise [em co-parceria com a Revolve]
Entrada: 8 euros


Apareçam e levem câmara, para sacar fotos tipo esta, versão 2014!

sábado, 22 de setembro de 2012


The Glockenwise pela Europa fora


Ao 5º dia da sua primeira grande viagem pela Europa, os The Glockenwise aterraram em Massa, Itália, onde logo à noite vão explodir com o Swamp Club.

Desde a saída de Barcelos, os miúdos já tocaram por Vila Real, Bragança e Madrid (onde se cruzaram com os amigos Sunflare). À chegada a Massa apanhei o Nuno Rodrigues online e aproveitei para lhe fazer umas perguntas:

F: Já te masturbaste na tour?
N: Não, mas por acaso há umbocado fui tomar banho e devia ter feito isso. Ando sem libido, acho que é isso.

F: Ao andar numa carrinha com tantos homens não cais na tentação de dar uma de marinheiro?
N: Não, caio na tentação de gastar mais do que devia em desodorizante e ambipur.

F: Só comeram fast food até agora?
N: Se estás a falar das chicas em madrid, então sim. De resto, mandámos abaixo alta posta mirandesa antes de sair de portugal, deve dar para digerir pelo menos durante uma semana.

F: Em Madrid, o vosso Manager foi-vos ver ou cagou e foi armar-se em mano dos Howlin Rain?
N: Deu uma de institucional e foi-nos ver, mas com cara de "não estou para esta merda". Nós dissemos que ele devia ir ver Howlin Rain. Eu teria ido.

F: Qual foi o momento da tour até agora?
N: Aquele momento em que numa de bomba de gasolina em Itália se pede "vinte dix de gasoil", o que quer que isso queira dizer. Ou então a banhoca em Cannes.

Revelou-me ainda que ele e o Rafinha em Coimbra tinham como música de despertar a "Would?" de Alice In Chains (vou-me abster de comentários) e que o povo de Girona não é nada festeiro, pois não conseguiram compar cerveja em bombas de gasolina depois das 23h.

Resto de boa viagem que ainda nem vai a metade!

terça-feira, 17 de julho de 2012


A Soraia Chaves e o Homem Fino já estão a caminho do Milhões de Festa


Pois é, malta. O Milhões é já daqui a 2 dias, e olhem só quem vai andar por lá?

Vemo-nos na piscina?

sábado, 30 de junho de 2012


Primeira review em tempo real

O artista é estrangeiro e veste uma camisa impecável e está neste momento a perguntar coisas sobre Portugal ao Márcio laranjeira. Eles parecem estar a criar bons laços de amizade. Agora é que reparei que o estrangeiro não é o artista. É outro gajo com uma viola e a cantar em inglês. Não consigo precisar a nacionalidade, mas é bonito. Está sozinho a confrontar o público com músicas honestas. Agora está mais entusiasmado porque chegaram pessoas. Estou farto de estar de pé. Disse "obrigado". É português. Parece um tipo fixe e humilde, vou aguardar para ir buscar outro fino. Parece estar a falar sobre a sua vida, e pela forma com o canta deve ter tido uma vida com alguns dissabores. Vou buscar um fino antes que me lembre de coisas tristes.

Por Alvaro

quinta-feira, 28 de junho de 2012


O milhões em Lisboa hoje à noite


Na ressaca da bola, os Throes + The Shine e os Savanna dão-nos a batida necessária para o aquecimento para o Milhões de Festa.

É no Lounge, é às 23h, é grátis e dura até às 4h.

E de lembrar que os bilhetes para o festival já estão à venda aqui.

quarta-feira, 27 de junho de 2012


Contagem decrescente: a 23 dias do Milhões de Festa


Na semana passada, sacámos os ALTO! dos cerca de 50 nomes que compõem o cartaz do Milhões de Festa. Nesta, a contagem decrescente para o festival continua, e o INEUFI volta a meter a mão no alinhamento: 

Como se pode não gostar dos Sensible Soccers? Primeiro, o nome certeiro (podia ser Italia 90 ou Fifa 95, mas não era a mesma coisa). Segundo, a associação à música pop desempregada (MPD), movimento mui recomendável nascido em Coimbra, que é o garante da forma livre de olhar para estas coisas da produção e edição de música. Depois, a Missé-Missé (sensible soccers EP, Outubro 2011) tema com um teledisco do caraças. E estes eurobonds (fornelo tapes vol.1, Janeiro 2012) que podem não representar a salvação da situação económico-financeira da União Europeia, mas servem perfeitamente para embelezar dias de ressaca em que só temos disponibilidade mental para escolher o onze inicial numa fantasy league qualquer. 

Ah, é verdade. E hoje joga Portugal. Viva o futebol.


segunda-feira, 25 de junho de 2012


The Festmen, o primeiro exclusivo do blog


Para comemorar mais uma data ao vivo na festa dos 20 anos de Curtas de Vila do Conde, The Festmen presenteia-nos com um novo vídeo. O vídeo é uma homenagem a "O Preço Certo", programa clássico dos fins de tarde da RTP, e o exclusivo é nosso. O Chungwave parece nunca morrer.

quinta-feira, 21 de junho de 2012


Entrevista a Savanna


Foto tirada depois do concerto na SHE de Évora. © Fábio Costa

A uma semana do Isto Não é o Milhões de Festa, troquei meia dúzia de palavras com o Miguel Vilhena dos Savanna. A conversa rolou à volta de Setúbal, de assaltos, da banda e antecipa a festa a acontecer no Lounge de hoje a 8 dias, com Savanna e Throes + The Shine. 
Deixo-vos então com a troca galhardetes:

F: Já foram a alguma Isto Não é Uma Festa Indie?

M: Eu já fui a uma, penso que eles nunca chegaram a ir. Nessa noite estavas tu e o Fua a passar umas malhas de salsa africana! Boss mode: ON!

F: Quando estava a arrumar as minhas coisas em Évora, encontrei um disco perdido de Savanna por lá e fiquei com ele. Tenho de o pagar ou oferecem-me?

M: Oferecer não, porque a vida está difícil mas podemos fazer uma troca. Tu fazes um "arranjinho" entre a tua irmã e o nosso baixista que está solteiro, se não tiveres irmãs pagas-me uma cerveja no Lounge e ficamos quites.

F: Como sempre pensei que fossem Setubalenses, tinha preparado questões sobre choco frito e sobre o Yekini. Agora vão ter de me dizer o que se come por Viseu, já que grande parte da banda é natural de lá... ou então apenas responderem-me o que está a acontecer musicalmente em Viseu?

M: Nunca fui a Setúbal mas o GD dos Equations e o Ricardo de RA estão sempre a prometer-me que me levam lá para provar choco frito e nada…. Não me lembro do que se come em Viseu, porque desde que saí de lá aos 18 anos que só como noodles assim como o Tiago. O Pedro é vegetariano portanto não conta. Relativamente à musica, ha muito tempo que Viseu não tinha tanta força no circuito de concertos nacionais, há cada vez mais público, principalmente malta muito jovem o que é óptimo.

F: Apesar de me ser difícil imaginar uma Savanna repleta de sintetizadores, depois de vos ver e ouvir o nome faz ainda mais sentido, já que muitos cenários de Sci-Fi passam por savanas e desertos. Estarei muito enganado em associar-vos à influência da ficção científica naquilo que fazem?

M: Não creio que estejas nada enganado. Todos nós somo nerds do cinema e os soundtracks de filmes sci-fi são sem dúvida uma grande influência no nosso trabalho.

O Aurora , primeiro EP da banda, já está cá fora através da Pontiaq, e pode ser escutado no bandcamp da banda.

Alentejo sem Lei

No passado sábado descemos ao Alentejo e, a convite da SHE (Sociedade Harmonia Eborense), por lá nos juntamos ao Ela Vai com o Milhões de Festa. A caravana compôs-se por Tren Go! Sound System, Equations, Memória de Peixe, Savanna, Black Bombaim e FuFa.

À SHE, só temos tudo a agradecer. No empenho, na amizade, no espaço, no frango e na pensão que não me lembro do nome, em tudo foram bosses.

Quanto ao dia de concertos, esse começou por volta das 18h e lembro-me de me deitar na pensão sem nome já o sol batia forte. De bandas, de frango, de bifanas, de cerveja, de guitarras publicitárias e de uma tour de FuFa dentro do próprio espaço da SHE se fez o dia.


Enquanto que no terraço com vista sobre a planície alentejana o Tren Go! Sound System abria o excelente fim de tarde, o Fua só queria saber das bifanas de Vendas Novas.


Já o manager de FuFa, esse refastelava-se numa grande empada de frango. Pedro, desculpa. Além de não haver fotos tuas, esta empada e esta bifana metiam mesmo inveja a qualquer um...


Os Equations eram os segundos da tarde, e de berrinho em berrinho alegravam os presentes...


...mesmo que esses berrinhos não fossem como os do Gama de Traumático Desmame.


Começava então a tour de FuFa. O primeiro de 3 dj sets em 3 espaços diferentes dentro do próprio espaço fazia-se com um saco, muito fino e um Tó Jó acabado de ser contratado para tour manager.


Cansado de FuFa, lá foi pegar num disco de Iron Maiden e apreciar a paisagem.


A nossa Memória de Peixe lembrava-nos que a tarde era curta e que, tristemente, estava a acabar. Mas entre Fontana e um FishTank mergulhavam-nos em loops de pôr do sol.


O dia corria bem e boas mensagens apareciam.


Entravamos então na noite e na nave espacial Savanna.


Mas, cansado de subir, o Tó Jó ficou-se pelo céu.


Ainda que cansados, os Savanna passavam as forças a FuFa...


... já que ainda faltavam umas boas horas e as forças já faltavam.




Mas acabamos bem. Os Black Bombaim foram titãs e tocaram mais alto que nunca.


Fica um agradecimento muito grande ao João e à SHE pelo sábado passado. Espero que seja um até já. Em Évora ou no Milhões de Festa ou noutro lado qualquer.

Ah!... e no dia seguinte, mais de 20 anos depois voltei à Capela dos Ossos. "Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos", pelos vistos a inscrição está correcta.



quarta-feira, 20 de junho de 2012


Contagem decrescente: a 30 dias do Milhões de Festa





O rock'n'roll é uma fuga e o primeiro disco dos ALTO! um possível trajecto que atravessa vários locais onde preferíamos estar. Tocam dia 20, em Barcelos, mas o som deve-se ouvir no 19º arrondissement de Paris (Quai De La Marne) ou mesmo na Ulica Slawkowska, lá longe, em Cracóvia.